Supermercados aproveitam período da Copa para elevar vendas
15/05/2018 às 10:24

 

A Copa do Mundo é uma das festas mais aguardadas pelos brasileiros. Durante aproximadamente 30 dias, empresas e pessoas simplesmente param, sempre que possível, para confraternizar e torcer pela seleção canarinho. Enquanto alguns reclamam da lentidão dos negócios nessa época, outros faturam com a chegada do evento. A verdade é que mesmo faltando menos de 100 dias para início do torneio, ainda há tempo para aproveitar bem a ocasião e se preparar para obter elevação no faturamento.  

De modo geral, tanto a indústria quanto o varejo costumam ter boas oportunidades nessa época. Na indústria, a de eletroeletrônicos costuma registrar vendas elevadas, principalmente de TVs. Afinal, quem não quer uma imagem bem limpa e gigante na sala para receber família e amigos? 

Além dela, as fabricantes de alimentos e bebidas também tendem a acumular bons lucros. Trata-se de uma boa época para lançar produtos especiais, novos sabores e até edições limitadas. É hora de reunir as pessoas e toda festa pede boa comida e bebida.

De acordo com dados da última Copa em 2014, aqui no Brasil, a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (Cerv Brasil) registrou aumento no consumo. Nada menos que 1,04 bilhão de litros consumidos, com alta de 6,3%, além da venda de televisores que segundo a consultoria Gfk, superou 100% nas vendas naquela época.

Ocasião

O especialista em marketing e varejo, professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP), Maurício Morgado, acredita que um planejamento eficaz deve envolver todos os setores da empresa, com o objetivo de desenvolver o melhor mix para a época.

“A Copa é uma ocasião bem especial no calendário do brasileiro e os supermercados devem se preparar para esta época. Reunir-se previamente com colaboradores e fornecedores pode contribuir para definição do mix de produtos e alinhar ações voltadas para a época”, ensina Morgado.

Alavancando vendas

O Grupo Super Nosso está antenado nas possibilidades e já iniciou o planejamento estratégico alinhado às três categorias de lojas como o Super Nosso, Momento Super Nosso e o atacarejo Apoio Mineiro. Rodolfo Njem, diretor comercial e de operação da empresa, afirma que o objetivo para esta época é alavancar vendas com itens que apresentam maior crescimento de vendas.

“O objetivo do Super Nosso, e isso se estende ao Momento Super Nosso e ao Apoio Mineiro, é aproveitar esse período para alavancar as vendas dos itens mais consumidos. Os produtos que apresentam maior crescimento de venda são cerveja, refrigerante, milho de pipoca, pipoca para microondas, salgadinhos e petiscos. Não podemos nos esquecer dos itens relacionados ao churrasco, como carnes, condimentos, temperos e azeite. Vinhos e destilados são outros produtos que apresentam um bom aumento nas vendas durante o período”, conta Njem.

Bebidas e tira-gosto

No Sul de Minas, na cidade de Três Corações, o diretor do GF Supermercados, Gustavo Gorgulho Franco, espera aumentar suas vendas com apostas em bebidas e agregados. “Com certeza temos que aproveitar o momento, pois traz aumento de venda. Já fizemos algumas análises para o período e o nosso foco será em bebidas e o que vem agregado como tira-gosto; churrasco; rotisseria; entre outros”, disse Franco.

Gustavo ainda enfatiza que já realizou um levantamento dos horários dos jogos, além de dados que indicam o comportamento do consumidor em dias de jogos, que no interior, cerca de 80% das pessoas assistem aos jogos em casa. Fator que favorece supermercados da região.  “Já analisamos os jogos que serão na parte da tarde ou fim de semana, pois estes terão maior audiência. Além disso, mais de 70% da população assiste aos jogos em casa. No interior este número passa dos 80%”, ressalta Franco.

No Extra Hipermercados, promoções de eletros e principalmente das Tvs, já circulam nos meios de comunicação puxando para o clima da Copa do Mundo.

Decoração

O fato é que a Copa é um momento marcante, com um fator emocional muito forte. Durante os jogos, pessoas de diferentes classes sociais e idade costumam se reunir para acompanhar a seleção. Até quem normalmente não costuma gostar de futebol fica sem resistir a essa celebração popular. 

Explorar o clima da Copa pode influenciar muito na decisão do cliente. Portanto, nada melhor a trabalhar na decoração da loja com adereços específicos, predominantes nas cores verde e amarelo. Eles podem ser contribuir para tornar a loja mais atrativa.

Ações

Esta é uma oportunidade ímpar para se desenvolver ações promocionais, pois não há tema melhor do que o apelo da Copa do Mundo de Futebol. Destacar pontos extras de produtos para atraírem a atenção dos consumidores, além de preparar tabloides e outras formas de comunicação visual na loja e ao redor dela, podem contribuir para impulsionar o aumento nas vendas de determinadas categorias.

Para Morgado, ações promocionais até contribuem, mas deve ser levado em consideração dados que se baseiam no volume de vendas e o que almeja no resultado final.  “Ações promocionais sempre são interessantes, mas deve ser realizadas com base em indicadores de vendas e o que se pretende alcançar no final”, disse.

Inovação

No Super Nosso, Rodolfo Njem, afirma que vai utilizar a tecnologia para fidelizar e promover suas vendas por meio do aplicativo Clube Super Nosso. A novidade será o lançamento da ferramenta também para rede de atacado e varejo, o Clube do Apoio Mineiro, que deve entrar no ar ainda em abril, no máximo em maio.  

“Em tempos de modernidade tecnológica, vamos realizar algumas ações especiais junto aos clientes que integram o Clube Super Nosso (aplicativo de celular e e-commerce). A novidade é que vamos lançar o Clube do Apoio Mineiro, em abril, que também será usado como plataforma de ações especiais junto aos cadastrados. Algumas ações já são conhecidas do público e sempre geram bons resultados, como oferecer descontos e “leve mais por menos”, disse Njem.

Otimismo

Quanto à expectativa de vendas, ambos supermercadistas estão otimistas devido ao cenário econômico favorável. “A expectativa é muito positiva. O Brasil já vem apresentando uma reação econômica e acredito que a Copa do Mundo vai movimentar ainda mais o volume de vendas”, enfatiza Rodolfo Njem.

“Sempre é bom se planejar para datas sazonais, elas sempre oferecem oportunidades para elevar o aumento das vendas e a Copa por ser de quatro em quatro anos, é um extra no calendário do varejista”, afirma Franco.

A Copa traz com ela um mundo de oportunidades para o varejo e uma delas é possibilidade de faturar mais e quem sabe, comemorar o hexacampeonato na nossa Seleção.

 

(31) 2122-0500
R. Levindo Lopes, 357 - Savassi, Belo Horizonte - MG, 30140-170