REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube

AMIS



Mineiros devem consumir mais em supermercados no mês de abril, aponta pesquisa - 02/04/2018



Os consumidores mineiros devem comprar mais durante o mês de abril deste ano. Os dados da Pesquisa de Intenção de Consumo divulgada na quinta-feira (29) pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Minas Gerais (FCDL-MG) apontam que, entre os entrevistados, 34,7% afirmaram que pretendem consumir e 65,3% devem investir, mantendo a cautela em relação às finanças.

 


Na comparação com o mesmo mês de 2017, quando 21,7% planejavam comprar e 78,3% poupar, a intenção de consumo cresceu 13 pontos percentuais (p.p.) e, apesar de março concentrar datas que estimulam o consumo, como a Páscoa e a Semana Santa, a intenção de comprar em abril é 5,2 p.p. maior do que no mês anterior.



Um cenário econômico com recuperação da geração de emprego, queda da taxa de juros, melhora da oferta de crédito, com custo reduzido, e inflação em baixos patamares e manutenção dos preços, justifica o aumento da opção pelo consumo em Minas Gerais, na avaliação do economista da FCDL-MG, Vinícius Carlos da Silva. Segundo ele, a demanda reprimida durante os anos de crise entrou em um período de recuperação, fortalecendo a confiança do consumidor, que foi quebrada no passado.



“Comparando toda a série histórica do ano passado com a série histórica deste ano, há uma melhora geral da propensão ao consumo, é um cenário muito diferente. Esse é um ano de recuperação, e se o consumidor está confiante, com emprego e renda, ele fica mais propenso ao consumo”, explicou Silva.



Entre os que pretendem comprar, o primeiro lugar no ranking, apontado por 16,7% dos entrevistados, são os itens de supermercados e hipermercados, enquanto 9,8% afirmaram que vão comprar roupas e vestuário, seguido por viagens e pacotes turísticos (8,8%). “As compras de bens de necessidade, como produtos de supermercados, aparecem como as mais requisitadas. As viagens continuam aparecendo entre as principais opções, porque, apesar de abril não ter nenhum feriado prolongado, há uma tendência dos mineiros em buscar destinos para viagens de curto prazo”, afirmou o economista.



Investimentos 

 

Para aqueles que pretendem investir, a poupança ainda é a escolha principal como uma forma segura de liquidez. Na comparação com março deste ano, quando 45,9% optavam por esse investimento, houve um aumento para 58,2% em abril. Já a opção por fundos de investimento, que em março era de 21,6% passou para 13,4%.



A falta de informação sobre outros produtos financeiros além da poupança ainda é um entrave, na análise do economista Vinícius Carlos da Silva. Segundo ele, o percentual de consumidores que procuram fundos de investimento tem melhorado em um panorama geral, porém ainda não tem acontecido na velocidade esperada e o consumidor precisa se adaptar às melhores opções oferecidas pelo mercado.



“O consumidor teve que melhorar sua capacidade de planejamento para sobreviver ao período de crise. É preciso romper com essa cultura da poupança já que, com a melhora do mercado, existe uma preocupação em captar melhores opções. Apesar de não ter a rentabilidade de fundos de alto risco, os fundos de investimento estão um pouco acima da poupança”, disse.

 

(Fonte: Diário do Comércio)


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.