REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube

AMIS



Número de inadimplentes recua em Minas - 24/01/2018



O número de consumidores mineiros inadimplentes recuou 4,77% em dezembro, frente ao mesmo mês de 2016. O dado é do Indicador de Inadimplência, divulgado ontem pelo Conselho Estadual do Serviço de Proteção ao Crédito de Minas Gerais (CESPC-MG). A conjuntura econômica mais favorável, assim como a renda extra proveniente do pagamento do 13º salário no período, foram alguns dos fatores que propiciaram a retração do índice.

 


“O cenário está melhor e, automaticamente, as pessoas estão liquidando mais as dívidas. Mas tem ainda a questão do índice de compra, que, apesar de ter crescido, está baixo. Quanto menos o consumidor compra, menor também a possibilidade de ele se tornar inadimplente”, pondera o presidente do CESPC-MG, Bruno Falci.



A queda da inadimplência no Estado, no último mês de 2017, foi maior entre os homens (-5,86%), mas as mulheres também deram a sua contribuição. Na comparação com dezembro de 2016, a retração entre o sexo feminino foi de 4,23%. Na análise por faixa etária, todas apresentaram redução. O destaque, porém, ficou com o grupo dos consumidores de 18 a 24 anos, que viu a parcela dos inadimplentes cair 23,98%. Os mineiros de 85 a 94 anos apareceram logo atrás (- 8,94%).



Na passagem de novembro para dezembro, a variação também foi negativa, com a inadimplência 1,54% menor em Minas Gerais. O recuo desses índices é resultado do maior esforço dos consumidores para colocar as contas em dia. Em dezembro, as dívidas em atraso das pessoas físicas no Estado diminuíram 8,49% em relação ao mesmo mês de 2016, naquela que foi a redução mais expressiva registrada pelo indicador.
 


Na análise por gênero, o masculino verificou queda de 9,26% no número de despesas pendentes, contra um recuo de 8,32% entre as mulheres. Falci explica que essa diferença - apesar de as dívidas entre os homens, na maioria das vezes, serem mais elevadas - pode estar relacionada com o perfil do desemprego no País. “As mulheres pagam menos porque têm sido mais demitidas do que os homens, então isso também pode ser reflexo do maior desemprego entre aquele gênero”, destaca. No confronto com novembro, as dívidas em atraso dos mineiros caíram 2,77% em dezembro.



Empresas

 

Como em uma espécie de efeito cascata, a regularização da situação financeira por parte dos consumidores contribuiu para a desaceleração do crescimento da inadimplência entre as empresas do Estado. Em dezembro, as pessoas jurídicas inadimplentes em Minas aumentaram 4,06% frente a igual período de 2016. Um ano antes, entretanto, o percentual de alta havia sido bem maior, de 9,16%, para a mesma base.



Já de novembro para dezembro, foi registrado um pequeno recuo de 0,18% no número de empresas inadimplentes, o primeiro desde 2013 neste tipo de comparação. Para Bruno Falci, o comportamento do indicador dá ao setor esperanças de que em 2018 a redução da inadimplência possa ser mantida.



“Acredito nisso porque o pior período para uma empresa é o fim do ano, quando vem um alto custo com o pagamento do 13º salário, e mesmo assim tivemos queda (da inadimplência). Há o faturamento melhor pelo Natal, mas tem essa despesa. A empresa, normalmente, é a última a recuperar, porque o empregado, quando contratado, melhora a renda de imediato, a empresa ainda leva um tempo”, avalia o presidente do CESPC-MG, sobre o tempo de resposta de um negócio frente a um cenário de recuperação da economia.



O setor de serviços foi o que teve o maior aumento da inadimplência em dezembro, em relação ao mesmo mês de 2016: 6,19%. Em seguida, vieram comércio (3,90%) e indústria (1,84%). Em contrapartida, a agricultura viu o número de inadimplentes reduzir 3,84%.
 


As dívidas em atraso das empresas subiram 3,07% no último mês de 2017, na comparação com dezembro do ano anterior. Frente a novembro, o indicador retraiu 0,71%. O número médio de contas pendentes das pessoas jurídicas no Estado, em dezembro, foi de 2,06 por entidade.

 

(Fonte: Diário do Comércio) 


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.