REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube

AMIS



GPA avança no segmento de atacado e varejo - 18/01/2018



Em 2017, o Grupo Pão de Açúcar se aproximou mais dos resultados do Carrefour, em vendas, após dois anos seguidos em que a distância entre as maiores varejistas de alimentos do país havia crescido. O desempenho da bandeira de atacado Assaí, do GPA, explica esse movimento.

 

 Dados publicados nesta semana mostram que Carrefour vendeu R$ 52,4 bilhões em valores brutos em 2017, 6,1% acima do apurado em 2016. O GPA cresceu 8,2%, para R$ 48,4 bilhões, incluindo postos de combustíveis.

 A diferença de receitas entre as empresas, hoje em R$ 4 bilhões, era de R$ 4,5 bilhões em 2016, um gap recorde. Foi de R$ 2,5 bilhões em 2015 e de R$ 600 mil em 2014.

 

 No ano passado, o GPA teve taxas maiores de crescimento como grupo, considerando todas as operações e no atacarejo. O Carrefour mostrou índices mais fortes em supermercados e hipermercados, negócios que encolheram no GPA no ano e no quarto trimestre.

 

 É no atacado que se percebe como o GPA avançou. O Assaí, sua bandeira de atacado (ou atacarejo, no jargão do setor), vendeu 28% a mais em 2017, versus 8% de alta no Atacadão. No quarto trimestre, as taxas foram de 27,7% e 7%, respectivamente. O GPA transformou lojas da rede de hipermercados Extra em Assaí, e isso elevou a taxa de aumento das vendas.

 

 A operação do Assaí abriu mais pontos e isso também tem impacto geral (20 aberturas no ano, versus 12 do Atacadão) e essa rede do GAP estaria mais preparado para atender pessoas físicas, dizem analistas. Não dá, porém, para atribuir as diferenças a questões relativas à base de comparação - ambas tem bases fortes. O Atacadão ainda se mantém líder em atacarejo, mesmo com expansão orgânica menor.

 

Em supermercados e hipermercados, o GPA encolheu 2,2%, com vendas de R$ 28,4 bilhões em 2017 - e Carrefour se sai melhor, com alta de 5,6%, apesar de vender muito menos que o concorrente, R$ 15,5 bilhões, quase a metade do GPA nesses dois negócios.

 

A batalha no segmento de supermercados ficou mesmo mais dura desde o ano passado. Há meses o GPA toma medidas para dar novo fôlego a seus negócios com a rede Pão de Açúcar e Extra. Ainda reformulou a operação de hipermercados após 2015. A empresa diz que colhe frutos, mas o crescimento ainda é lento nos supermercados, em parte pela deflação, mas não unicamente, na visão de especialistas.

 

No Carrefour, houve uma disparada nas aberturas do "Carrefour Express", especialmente em praças de alta renda, e reorganização dos hipermercados, feita antes da reforma implantada pelo GPA. Ainda há um retorno com a venda on-line de alimentos. O site e o Carrefour Express são hoje 8% da venda do braço de varejo (sem atacado) - era 2% há um ano.

 

(Fonte: Valor Econômico) 


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.