REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube
AMIS



Mart Minas tem 25 lojas e a meta é chegar a 40 até 2020 - 30/11/2017



Com 24 lojas em Minas Gerais e perto de chegar a 25, no dia 5 de dezembro, quando será inaugurada mais uma unidade em Araxá, no Alto Paranaíba, o diretor comercial e de marketing do Mart Minas Atacado e Varejo, Filipe Martins, está num ritmo acelerado para fechar os últimos detalhes de mais um passo para a expansão da rede, que começou em Divinópolis, em 2001. Sem tirar o olho do planejamento estratégico dos próximos anos, Martins conta que atua em todas as regiões do Estado e que o objetivo é chegar a 2020 com 40 lojas.

 

O ano de 2017 foi mesmo de crescimento. “No dia 9.11, inauguramos a Mart Minas Três Corações. Foi a terceira inauguração do ano e a terceira unidade no Sul de Minas, onde já tínhamos lojas em Alfenas e Pouso Alegre. A cidade de Três Corações ainda não tinha um atacarejo, então acredito que foi um ganho para cidade e região, atendendo tanto o pequeno comerciante quanto o consumidor final”, comemora Martins, que é sobrinho do fundador da rede de atacado e varejo de gêneros alimentícios, materiais de limpeza e higiene pessoal, Murilo Martins.

 

Empregos e formato. A loja de Três Corações tem 5.300 m² de área de vendas, 20 check-outs, 485 vagas de estacionamento e uma equipe de seis vendedores para fazer atendimento por telefone ou internet para os clientes que querem uma compra mais rápida, na qual a negociação e separação dos produtos acontecem antes de ele chegar à loja.

 

Martins explica que tem unidades com área de vendas entre 5.000 m² até 7.000 m². “O que define o tamanho da loja, geralmente, é o potencial de vendas de cada região. Trabalhamos em média com um mix de produtos de 10 mil itens, e entre eles estão higiene e beleza, limpeza, bazar, bebidas, hortifrúti, bonbonnière, alimentos, produtos congelados e resfriados etc”, enumera.

 

A escolha para a instalação de uma unidade Mart Minas passa por uma análise da cidade e da região. “Verificamos população, renda per capita, ponto comercial etc. A cidade escolhida e a localização da loja são muito importantes, mas a área de influência daquela cidade também tem um peso para tomarmos a decisão”, conta.

 

Neste ano, serão gerados, com a nova loja de Araxá, 550 empregos diretos. “Vamos fechar o ano de 2017 com 25 lojas e, completando as 40 lojas até o final de 2020, vamos gerar aproximadamente mais 2.100 empregos diretos”, calcula Martins.
 

Setor. O ano de 2017 foi muito difícil. Desemprego alto, queda na renda das famílias, consumidor endividado e a política não ajudando: tudo isso impacta com certeza o nosso setor e em outros também, diz Martins.
 

- Filipe Martins conta que não faz o planejamento baseado no Ranking Abras. “Nosso plano de expansão é baseado em um crescimento sustentável, buscando sempre eficiência operacional e melhores resultados. Ganhar algumas posições no Ranking Abras é consequência, e não o foco”.

 

- Para o ranking 2017, Filipe Martins acredita que o Mart Minas estará entre as 20 maiores do varejo alimentar, em que estão reunidas empresas de supermercado, hipermercados, atacarejos etc.

 

- No ranking do segmento de cash & carry (atacarejo) no país, o Mart Minas já está entre as dez maiores empresas.

 

Empresa acredita no atacarejo para crescer ainda mais
 

O diretor comercial do Mart Minas Atacado e Varejo, Filipe Martins, informa que a empresa acredita muito no formato de atacarejo. “É um modelo econômico e muito competitivo. É um modelo de negócio jovem, comparado com outros formatos, como supermercados ou hipermercados, mas já é sucesso em Minas e no Brasil e veio para ficar”, afirma.

 

Muitos dizem que o formato de atacarejo cresceu em função da crise. “Mas isso não é verdade, porque o atacarejo vem crescendo e ganhando espaço há mais de 15 anos; esse crescimento só ficou um pouco mais evidente agora”, conta.

 

Questionado sobre como competir com a capilaridade das outras redes e se tem espaço para todo mundo, Martins concorda que realmente são muitas inaugurações. “Acredito que tem espaço para todos, inclusive para outros formatos, como supermercados, hipermercados, lojas de proximidade (conveniência) etc. O espaço diminui para quem não está desenvolvendo um bom trabalho, não atendendo bem o cliente, deixando faltar produtos nas lojas, não preocupando com a organização e a limpeza, não melhorando os processos etc. Para estes sim, vai ficando mais difícil”, diz.

 

Martins diz que a rede não terá centro de distribuição. “Acreditamos e investimos no formato de entrega da indústria loja a loja. Assim diminuímos o custo operacional e ficamos mais competitivos, repassando essa vantagem para o cliente”, diz.
 

(Fonte: Jornal O Tempo) 


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.