REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube

AMIS



Ação do Carrefour atinge o menor preço em cinco anos em Paris - 31/08/2017



 

 A ação do Carrefour na bolsa de Paris atinge na manhã desta quinta-feira (31) o menor preço desde agosto de 2012, cotado a 16,60 euros, com queda de 14,87%. O mercado reagiu mal às informações prestadas ontem (30), após fechamento do mercado na França, sobre queda no lucro líquido recorrente do Carrefour de janeiro a junho, revisão de crescimento de vendas no ano por causa da queda da inflação no Brasil e também com revisão em investimentos pela companhia no ano.

 

O Brasil é o segundo mercado mais importante em vendas para o Carrefour no mundo, perdendo apenas para a França. O papel da rede já vinha em baixa há cinco pregões consecutivos, interrompida ontem. Ainda sim, ontem o papel fechou abaixo do patamar dos 20 euros, a 19,50 euros. As declarações da empresa sobre o semestre difícil ocorreram na quarta-feira (30) após o fechamento da bolsa de Paris, o que levou a ação a reagir nesta manhã de quinta-feira.

 

Expectativas de rentabilidade afetada por uma guerra de preços na França já repercutiam na ação desde a semana passada, mas as declarações ontem da direção sobre o desempenho e efeito Brasil aceleraram a queda hoje. Alguns indicadores do semestre também ficaram abaixo do consenso de mercado. Bancos Com anúncio de ontem, as casas de análise que acompanham as ações do Carrefour na França revisaram para baixo suas projeções para os papéis da varejista.

 

O Deutsche Bank manteve a recomendação de venda para as ações do Carrefour negociadas na bolsa de Paris, mas reduziu o preço-alvo para 16 euros, citando uma redução de 8% do lucro por ação da varejista francesa para 2017 e 2018. O banco alemão acredita que as ações são muito caras, especialmente devido à potencial necessidade de mais desconto para competir com a rival Leclerc. Já o Jefferies cortou a recomendação de venda para neutra, depois de o lucro operacional da companhia ter ficado 10% abaixo das expectativas no primeiro semestre.

 

Os resultados podem indicar um segundo semestre complicado, diz a corretora, cuja recomendação anterior a favor da ação se baseava na melhoria do ambiente macroeconômico e competitivo. No entanto, à luz do contexto atual para a empresa, a Jefferies reduziu o preço-alvo para 18,50 euros, contra os 24,60 euros anteriores. (Fonte: Valor Econômico)


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.