REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube

AMIS



Empreendimento vai abrigar nova loja do Supermercados BH na região oeste de BH - 11/08/2017



 

O bairro Nova Suíssa, na região Oeste de Belo Horizonte, vai receber um grande empreendimento comercial no encontro de duas das vias mais importantes da Capital: as avenidas Amazonas e Silva Lobo. Entre as principais operações que serão instaladas no local está confirmada uma unidade do Supermercados BH. Informações de mercado dão conta ainda que o empreendimento terá uma unidade da Telhanorte, rede varejista de material de construção, e, pelo menos, mais cinco lojas de menor porte.


Comerciantes do entorno comemoram a chegada do empreendimento, que trará grande fluxo de clientes para a região e ocupará um espaço que estava inutilizado e gerava insegurança no local.


A gerente de marketing do Supermercados BH, Kátia Andrade, confirma que o empreendimento vai abrigar mais uma unidade da rede belo-horizontina de supermercados. Ela não detalha o tamanho da loja, nem o investimento previsto, mas garante que será uma loja importante para o grupo. “A ampliação para essa região era uma demanda da população local, que sempre entrava em contato pedindo uma unidade no bairro. Acredito que a chegada do Supermercados BH vai valorizar o entorno”, disse.


A gerente acredita que a loja terá grande demanda, tendo em vista que trata-se de uma região residencial e corredor de passagem para muitos bairros. Essa unidade integra o plano estratégico da rede, que pretende crescer 20% em 2017, alcançando receita de R$ 6 bilhões e 180 lojas em Minas Gerais. Ainda de acordo com Kátia Andrade, atualmente a empresa tem 173 lojas em operação, distribuídas em 46 cidades mineiras. Além disso, emprega 16,5 mil pessoas e não para de abrir novas vagas.


Responsável pela obra, a incorporadora BTS Investimentos foi procurada, mas não se manifestou, alegando contrato de confidencialidade com as empresas que vão operar no local. A Precon Engenharia, que executa parte da obra, também não forneceu informações, mas no canteiro de obras, bem como no seu entorno, não é difícil ouvir que o grande empreendimento vai abrigar não apenas um supermercado, mas também uma unidade da Telhanorte.


Funcionários da obra garantem que a empresa de material de construção está no projeto, obra que deve ser finalizada em um período de aproximadamente 12 meses. Na vizinhança, a chegada da Telhanorte também não parece segredo: ao serem questionados do que se trata a grande obra, é o nome da Telhanorte que surge primeiro. A empresa foi procurada, mas não comentou o assunto.


Ficha técnica


Informações técnicas sobre o empreendimento chegaram a ser divulgadas na internet, no site de uma construtora que fazia parte do projeto. A construtora informava que o empreendimento receberia R$ 37 milhões de investimento, com área construída de 14 mil metros quadrados. Além disso, ela confirmava a operação da Telhanorte e ainda detalhava que a estrutura contaria com um grande hipermercado, além de cinco unidades comerciais de menor porte, estacionamentos com 397 vagas e uma vaga para carro-forte.



Fôlego 


Apesar de ainda não terem certeza do que o empreendimento trará, comerciantes que atuam na região estão comemorando. Para eles, a chegada de grandes operações vai valorizar o bairro, aumentar o fluxo de clientes no local e ainda resolver o problema do lote vago, que atraía criminosos e era foco de animais transmissores de doenças.


Instalada na esquina da avenida Amazonas com a rua Junquilhos, a loja de móveis Apolo Interiores é um dos comércios mais próximos do empreendimento. O gerente, João Bosco, está animado com a chegada das operações, principalmente com a possibilidade da instalação da Telhanorte. “As pessoas vão vir comprar material de construção. Quem está construindo uma casa vai precisar de móveis também e nós estamos bem do lado. Dizem que se você quiser ganhar dinheiro tem que ir para perto dele. No nosso caso ele veio para perto de nós”, comemora.


Na avenida Silva Lobo, comerciantes também estão na expectativa da finalização da construção. Um deles é Mauro Fernandes Veiga, proprietário da Agência Caçula, loja de veículos seminovos. Ele afirma que a obra está finalmente resolvendo um “problema crônico”, que era o lote vago ao lado do viaduto da Amazonas. “A parte de baixo do viaduto era usada por pessoas que praticavam crimes na região e esse lote vago ficava aí inutilizado”, diz.


Na mesma avenida, um pouco mais afastado, o proprietário da Padaria Veneza, Renato Brasil, acredita que a obra é positiva e vai ajudar a atrair clientes para a região. Quando questionado sobre a concorrência com o Supermercados BH, ele diz não se preocupar. “Sempre há risco de concorrência, mas eu tenho pouca coisa de mercearia e mais de 90% da nossa produção é própria. Acho que o novo empreendimento é positivo e compensa tê-lo aqui”, diz.
 

(Fonte: Diário do Comércio) 


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.