REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube
AMIS



Tíquete médio para o Dia dos Pais será de R$ 107,42, revela pesquisa da CDL/BH - 04/08/2017



 

 

Levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) aponta que o valor do tíquete médio deve ser de R$ 107,42. “As pessoas estão procurando presentes mais acessíveis e que se adequem à sua realidade, já que ano passado o tíquete médio foi 7,42% maior”, explica o vice-presidente da CDL/BH, Marco Antônio Gaspar.
 

De acordo com a pesquisa, 69% dos consumidores pretendem presentear os pais neste ano.  O dinheiro será a forma de pagamento mais utilizada para 36,8% dos entrevistados. Cartão de débito (26,8%), parcelamento no cartão de crédito (24,9%),  à vista no cartão de crédito (10%), à vista no cartão da própria loja (0,5%),  parcelado no carnê/crediário (0,5%) e parcelado no cheque (0,5%). “A preferência dos consumidores por efetuar as compras em dinheiro ou à vista nos cartões denota o receio do endividamento em longo prazo”, explica Gaspar.
 

Lojas de rua estão entre as preferidas para as compras
 

Lojas de rua em centros comerciais aparecem em segundo lugar na preferência de 38,9% dos consumidores, perdendo apenas para as lojas de shoppings que representam 49%. Shopping Popular (6,7%) e internet (3,8%) também foram citadas como opções. Dos entrevistados, 47,3% afirmaram que vão efetuar as compras nas lojas de shoppings perto de casa. Entre os que preferem as lojas de centros comerciais, 50,6% vão comprar naqueles estabelecimentos localizados perto do trabalho e 33,0% perto de casa.
 

Roupas são a melhor opção de presentes
 

Na opinião de 59,3% dos consumidores, as roupas são a melhor opção de presente para os pais. Calçados estão na lista de 9,1% dos entrevistados. Outros itens citados foram: acessórios como carteira, cinto, gravata (8,1%), perfumes/artigos de barbearia (6,7%), ferramentas (3,8%), material esportivo (3,8%), utensílios domésticos como kit para churrascos, facas (2,4%), bebidas (2,4%), eletrodomésticos (1,4%), bombons (1,4%), relógios (1%) e livros (0,5%).
 

Preço é o principal atrativo das compras
 

Para a maioria dos consumidores (67%), o preço é o principal atrativo na hora de comprar o presente do Dia dos Pais. O bom atendimento aparece em seguida, com 9,9% da preferência. Outros atributos que influenciam a decisão de compra, segundo os entrevistados, são: localização (6,0%), qualidade do produto (4,9%), promoções e sorteios (3,3%), educação e cortesia dos funcionários (2,7%), agilidade no atendimento (1,6%), formas/prazo de pagamento (1,6%), ambiente agradável (1,1%), credibilidade da loja (1,1%) e marca/grife do produto (0,5%).
 

Consultados sobre a frequência com que pesquisam os valores dos produtos antes de efetuar a compra, 40,7% dos consumidores responderam que sempre analisam os preços e 23,6% afirmaram que quase sempre pesquisam. Outros 19,2% afirmaram que, às vezes, consultam os valores antes de comprar, 4,9% disseram que raramente têm esse hábito, e 11,5% nunca o fazem.
 

A respeito das dificuldades encontradas na hora das compras, a maioria dos entrevistados (55%) considera o preço alto dos produtos uma desvantagem. Logo em seguida, aparecem as poucas vagas de estacionamento (11%), lojas muito cheias (6,2%), pouca variedade de produtos (5,7%), atendimento ruim (4,3%), pouca flexibilidade na negociação (3,3%), juros altos (2,9%), poucas formas de pagamento (2,9%) e qualidade dos produtos (2,4%). Para 6,2% dos consumidores, não existe dificuldade na hora de realizar as compras.
 

Maioria dos consumidores vai celebrar o Dia dos Pais com almoço/churrasco em casa
 

O almoço ou churrasco em casa será a principal forma de comemoração do Dia dos Pais, deste ano, para 49,8% dos entrevistados. Outros 39,7% afirmaram que não vão comemorar. Apenas 9,6% dos consumidores irão comemorar o Dia dos Pais fora de casa, sendo as opções almoço (7,7%), jantar (1,4%) e lanche (0,5%). Em geral, o gasto médio com a comemoração será de R$ 84,70.
 

Metodologia


Foram entrevistados 400 consumidores de Belo Horizonte e Região Metropolitana, com idade entre 18 e 65 anos, das diversas classes sociais, no período de 26 de junho a 20 de julho de 2017.

 

Baixe os gráficos e comparativos da pesquisa em: https://goo.gl/zHHAjZ

 


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.