REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube

AMIS



Crise faz cerca de 3,9 milhões de pessoas desligarem assinatura de TV a cabo, aponta jornal - 13/03/2017



Reportagem do Jornal Hoje em Dia mostra que os cortes de supérfluos em decorrência da crise econômica chegaram aos pacotes de TV por assinatura, segmento que surfava na onda de ascensão das classes C e D. Entre o acirramento da recessão, em 2015, e o início deste ano, 967 mil residências cancelaram o serviço, redução de 4,9%. Se levarmos em conta que moram quatro pessoas em cada residência, é possível afirmar que 3,868 milhões de pessoas desligaram a TV por assinatura no período.

 

Somente em Minas Gerais, 53 mil cancelamentos foram realizados, atingindo 212 mil pessoas. Isso significa que, atualmente, 22,6% das residências do Estado contam com o serviço. Em 2015, eram 23,3%.

 

De acordo com o vice-diretor do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), Carlos Nazareth Motta Marins, a retração econômica atingiu em cheio as classes C e D, que antes da crise foram estimuladas a consumir com maior intensidade. “A crise atingiu de forma mais agressiva justamente essas classes, que tiveram acesso ao serviço há pouco tempo”, diz.

 

A estudante Deborah Sales de Almeida Magalhães é exemplo de quem abriu mão do serviço após redução na renda. “Em 2015 eu me divorciei e a renda diminuiu. Os gastos supérfluos foram os primeiros a serem cortados”, afirma.

 

Embora a TV por assinatura tenha sido cortada, Deborah não abre mão da internet, que oferece outras maneiras de assistir TV. O vice-diretor do Inatel afirma que as novas ferramentas, principalmente as que utilizam a internet, também influenciam na redução de assinaturas. “Além do Netflix, que é o mais conhecido, as próprias operadoras de TV criaram o serviço on demand para atrair mais clientes”, diz o especialista.

 

O setor de TV por assinatura é composto principalmente por quatro operadoras. O grupo Claro, formado por Embratel e Net, e a Sky dominam o segmento com 80,6% de participação (grupo Claro 52,7% e Sky 27,9%). Vivo e Oi disputam a menor fatia: 9,1% e 7,1% respectivamente. (Fonte: Jornal Hoje em Dia)

 


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.