REDES SOCIAIS AMIS Facebook Twitter Youtube

AMIS



Bancos avaliam situação do Carrefour para IPO - 10/02/2017



Os quatro bancos contratados para coordenar a operação de oferta pública inicial de ações (IPO, da sigla em inglês) do Carrefour no Brasil começaram neste mês o trabalho de avaliação detalhada da situação econômica e jurídica da rede para a elaboração do prospecto para o IPO. A expectativa é que, com isso terminado em março, a empresa decida, ainda no mês que vem, se avança com a operação, segundo o jornal Valor.

 

Caso o negócio prossiga, devem ser cerca de 10 semanas desde o registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) até a oferta pública. De acordo com o jornal, participam da operação J.P. Morgan, BofA Merrill Lynch ­ como líderes ­, Itaú BBA e Goldman Sachs. As próximas operações de IPO no país (como a da companhia aérea Azul) devem ser um termômetro para a empresa.

 

Há uma expectativa de que, se não houver razões para interrupção no processo após a avaliação pelos bancos, a oferta ocorra no segundo trimestre, segundo fonte. Isso ainda depende também das condições do mercado e da finalização do trabalho de levantamento dos riscos e passivos da rede.

 

O Carrefour é a maior rede de varejo alimentar do país, com receita bruta estimada em 2016 de cerca de R$ 49 bilhões, segundo relatórios trimestrais de resultados do controlador na França. Cálculos de analistas do mercado apontam para valor da varejista no país em torno de R$ 30 bilhões, incluindo nos números do Atacadão.

 

Em relatório que analisa a operação global do Carrefour, o J.P.Morgan considera o valor por ação no país em € 27, atribuindo valor para a subsidiária de € 8,5 bilhões. Na bolsa francesa, o Carrefour valia ontem cerca de € 17 bilhões ­ o papel fechou o pregão de ontem em € 22,50.

 

Há uma expectativa que o cálculo do valor da empresa fique acima do atual valor de mercado do Grupo Pão de Açúcar (braço alimentar), considerando características do negócio do Carrefour no Brasil (com peso maior do atacado nas vendas). O GPA fechou ontem com valor de mercado em R$ 20 bilhões na BM&FBovespa. O Walmex, operação do Walmart no México, e outro termômetro para o varejo local, valia ontem € 32 bilhões.(Fonte: Jornal Valor Econômico) 


ONDE ESTAMOS

Rua Levindo Lopes, 357 - 6º andar - Funcionários Belo Horizonte - MG

EMAIL

amis@amis.org.br

LIGUE

(31) 2122-0500
Facebook Twitter Youtube



© Copyright 2013 - AMIS - Associação Mineira de Supermercados. Todos os direitos reservados.